FIGURAS DE LINGUAGEM I

FIGURAS DE LINGUAGEM


CONCEITO

Quando se utiliza de maneira não convencional a linguagem explorando-se os aspectos conotativos das palavras e novas maneiras construir as frases, estão sendo criadas as figuras de linguagem, também chamadas figuras de estilo.

De seus dentes pálidos surgiu, enfim, um sorriso.
A característica "pálidos" atribuída a "dentes" pode sugerir dentes amarelados ou sorriso triste, tímido, ou ambas as ideias.

"O mar passa saborosamente A língua na areia." (Duardo Dusek/Luís Carlos Goes)
O "mar" é personificado, tem características de seres vivos. Na personificação do "mar", "língua" é usada em lugar de onda.

"Meu pinho toca fone
Que é pra todo mundo acordar." (Chico Buarque de Holanda)
A palavra "pinho" é usada em lugar de violão.

"Do tamarindo a flor abriu-se, há pouco." (Gonçalves Dias)
Construção com os termos da frase na ordem inversa: A flor do tamarindo abriu-se há pouco.

Figuras de linguagem são certos recursos não convencionais que o emissor cria para dar maior expressividade à sua mensagem.

 -------------------------------------------------------------------
OBSERVAÇÃO
Esses recursos de linguagem acabam por caracterizar o estilo do escritor ou do falante que os emprega com frequência.
 -------------------------------------------------------------------

A linguagem figurada ocorre quando se quer dar expressividade à mensagem através de:
·         recursos semânticos, isto é, trabalhando a palavra do ponto de vista de seu significado.
A encomenda precisa ser entregue rapidamente. Vá voando levá-la! (Vá o mais rápido que puder!)
·         recursos fonéticos, destacando os sons das palavras.
Falar em progresso urbano é sentir o ruído da britadeira trepidando na minha cabeça e na rua.
(A repetição dos sons representados pela letra r sugere o ruído constan­te dos grandes centros urbanos.)
·         recursos sintáticos, trabalhando a construção da frase.
"No aconchego
Do claustro, na paciência e no sossego,
Trabalha, e teima, e lima, e sofre, e sua!" (Olavo Bilac)
(A repetição do conectivo e intensifica a idéia de dedicação ao trabalho.)

Em função dessas ocorrências, há figuras semânticas, figuras foné­ticas e figuras sintáticas.


FIGURAS SEMÂNTICAS

METÁFORA é o emprego de um termo com significado de outro em vista de uma relação de semelhança entre ambos. E uma comparação subentendida.

"O Brasil é novo, é um país pivete." (Abel Silva)

"Não sei que nuvem trago neste peito
Que tudo quanto vejo me entristece..." (Alexandre de Gusmão)

"O rio era um bicho que de repente embrabecera'.' (Deonísio da Silva)

"Sua boca é um cadeado
E meu corpo é uma fogueira." (Chico Buarque de Holanda)

"Tinhas a alma de sonhos povoada." (Olavo Bilac)

COMPARACAO é a aproximação de dois termos entre os quais existe alguma relação de semelhança, como na metáfora. A comparação, porém, é feita por meio de de um conectivo e busca realçar determinada qualidade do primeiro termo.
A chuva caía como lágrimas de um céu entristecido.

"E há poetas que são artistas
E trabalham nos seus versos
Como um carpinteiro nas tábuas!" (Alberto Caeiro)

" Como um grande borrão de fogo sujo
O sol posto demora-se nas nuvens que ficam." (Alberto Caeiro)

PROSOPOPEIA também chamada personificação ou animismo é uma espécie de metáfora que consiste em atribuir características humanas a outros seres.

"Ah! cidade maliciosa
de olhos de ressaca
que das índias guardou a vontade de andar nua." (Ferreira Gullar)

Com a passagem da nuvem, a lua se tranqüiliza.

SINESTESIA é uma espécie de metáfora que consiste na união de impressões senso­riais diferentes.

O cheiro doce e verde do capim trazia recordações da fazenda, para on­de nunca mais retornou. (cheiro = sensação olfativa; doce = sensação gustativa; verde = sensação visual)

Um doce abraço indicava que o pai o desculpara, (doce = sensação gus­tativa; abraço = sensação tátil)

CATACRESE é o emprego de um termo figurado por falta de um termo próprio para designar determinadas coisas. Trata-se de uma metáfora necessária, que, desgastada pelo uso, já não representa recurso expressivo da língua.

Sentou-se no braço da poltrona para descansar.

Não me lembro do seu nome mas ainda vejo as suas eternas maçãs do rosto avermelhadas.

A asa da xícara quebrou-se.

METONÍMIA é a substituição do sentido de uma palavra ou expressão por outro sen­tido, havendo entre eles uma relação lógica. A metonímia ocorre quando se emprega:

·         o autor pela obra.
Ouvi Mozart com emoção, (a música de Mozart)
Leio Graciliano Ramos porque ele fala da realidade brasileira, (a obra de Graciliano Ramos)

·         o continente (o que contém) pelo conteúdo (o que está contido).
A fome era tamanha que o homem comeu todo o prato de arroz, (continente: todo o prato; conteúdo: o arroz)

Ele comemorou tomando um copo de caipirinha, (continente: um copo; conteúdo: caipirinha contida no copo)

·         a parte pelo todo.
"O bonde passa cheio de pernas." (Carlos Drummond de Andrade)
(pernas = pessoas)

São muitas as famílias que procuram um teto para morar, (teto = casa)

·         o singular pelo plural.
"Todo homem tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal."
(Art. 3° - Declaração Universal dos Direitos Humanos)
(homem = humanidade)

A mulher foi chamada para ir às ruas na luta contra a inflação, (mulher = todas as mulheres)

·         o instrumento pela pessoa que o utiliza.
Os microfones corriam atropelando até o entrevistado, (microfones = repórteres)

Ele é um bom pincel, o problema é que seus quadros são caros, (pincel = pintor)

·         o abstrato pelo concreto.
A juventude é corajosa e nem sempre consequente, (juventude = jovens)

A infância é saudavelmente desordeira, (infância = crianças)

·         o efeito pela causa.
Com muito suor o operário construiu a casa. (suor = trabalho)
As indústrias despejam a morte nos rios. (morte = poluição)

·         a matéria pelo objeto.
Os bronzes tangiam avisando a hora da missa, (bronzes = sinos)
Os cristais tiniam na bandeja de prata, (cristais = copos)

PERÍFRASE expressão que designa um ser através de alguma de suas características ou atributos, ou de um fato que o celebrizou.

A Cidade Luz continua atraindo visitantes do mundo todo. (Cidade Luz = Paris)

Portadores do mal-de-lázaro são brutalmente discriminados por quase todo o mundo, (mal-de-lázaro = lepra)

Famoso como jogador de futebol, o 7º Rei de Roma volta para o Brasil. (7º Rei de Roma = Falcão)

O Príncipe dos Poetas também teve outras atividades que o tornaram famoso; por exemplo, a luta pelo serviço militar obrigatório. (Príncipe dos Poetas = Olavo Bilac)

O Presidente dos Pobres suicidou-se em 1954. (Presidente dos Pobres = Getúlio Vargas)

Quando a perífrase indica uma pessoa, recebe o nome de antonomásia.

ANTÍTESE figura que consiste no emprego de termos com sentidos opostos.
"Tristeza não tem fim.
Felicidade sim..." (Vinícius de Moraes)

"Eu preparo uma canção
que faça acordar os homens
e adormecer as crianças." (Carlos Drummond de Andrade)

PARADOXO é uma proposição aparentemente absurda, resultante da reunião de ideias contraditórias.
"Pra se viver do amor
que esquecer o amor." (Chico Buarque de Holanda)

No discurso, o sindicalista afirmou que o operário quanto mais traba­lha mais tem dificuldades econômicas.

EUFEMISMO figura que consiste no abrandamento de uma expressão de sentido de­sagradável.
Aqueles homens públicos se apropriaram do dinheiro, (apropriar-se = roubar)

O médico comunicou à família que ela estava com doença ruim. (doença ruim câncer)

O prisioneiro preferiu retirar-se da vida a confessar um crime que não cometera.
(retirar-se da vida morrer)

HIPÉRBOLE figura que através do exagero procura tornar mais expressiva uma ideia.
Na época de festas juninas, sempre morro de medo dos fogos de artifício.

Ele possuía um mar de sonhos e aspirações.

IRONIA consiste na inversão de sentido: afirma-se o contrário do que se pensa, visando à sátira ou ã ridicularização.
Que careta mais bonita!

Cada vez que você interrompe o colega, sem pedir licença, percebo co­mo é bem-educado.

1 comentário

Anônimo em 31 de outubro de 2016 19:48

Gostei muito do tema, me ajudou bastante nas atividades...pefeito

Leia antes de comentar:

Os comentários deste blog são todos moderados;
Escreva apenas o que for referente ao tema;
Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
Faça comentários relevantes;
Obrigado por sua visita e volte sempre.